Passar para o Conteúdo Principal

MESTRE ANTÓNIO CHAINHO CONVIDA ISABEL NORONHA

2020/09/11
Mestre chainho convida isabel de noronha 20 maio m  grande 1 728 2500

CASA DA CULTURA TEATRO STEPHENS

11 de setembro . sexta . 21h30
MÚSICA | MESTRE ANTÓNIO CHAINHO CONVIDA ISABEL NORONHA


Sinopse |
A história de António Chainho e Isabel de Noronha cruza-se nas raízes profundas que ambos partilham, vincadas na experiência inigualável que as casa de fado lisboetas proporcionam. As bases genuínas que unem estes dois talentos de distintas gerações, expressam bem a sua marca incontornável, nomeadamente, no álbum “LisGoa”, trabalho ímpar de fusão entre geografias musicais em que António Chainho conta com Isabel de Noronha para ampliar a alma fadista dessa longa viagem. Uma viagem que se prolongou, em parceria, pelo Brasil, Marrocos, Coreia do Sul, Sérvia, Espanha e China, entre outros países.

António Chainho: guitarra em Português
Se a guitarra portuguesa é um símbolo de um país, Mestre António Chainho é hoje o seu mais notável embaixador. Os mais de 50 anos de carreira de Mestre António Chainho interpretam e traduzem as múltiplas emoções deste instrumento único no mundo e o talento inigualável de um dos "50 músicos mais influentes da World Music", segundo a revista internacional Songlines. Artista completo, guitarrista e compositor profícuo, Mestre António Chainho é o exemplo vivo de como o talento, a perseverança e a solidariedade - em forma de cumplicidade - moldam a vida de um homem e com ele a história da música popular.


Isabel de Noronha – a tradição do fado, no feminino
Nascida em Lisboa, Isabel de Noronha fez sua estreia com apenas 10 anos. O Fado está na sua vida desde a infância. As histórias e o universo do Fado, no seu estilo crú e profundo, são uma tradição que vive dentro de sua alma. Isabel de Noronha traz consigo a força e a inigualável experiência das apresentações diárias em casas de Fado, verdadeiras guardiãs da tradição, mas move igualmente a sua experiência musical para outros ambientes e experiências, como comprova a sua colaboração com a OCCO, Orquestra de Lisboa, que revela todo o seu talento e comprova a universalidade das melodias e das palavras do Fado.
Na Casa da Cultura Teatro Stephens, António Chainho revisita uma carreira ímpar com a cumplicidade dos músicos de excelência Tiago Oliveira e Ciro Bertini, a que se junta a voz singular de Isabel Noronha, uma das jovens e seguras novas vozes do fado. Emoção garantida, numa linguagem do mundo inteiro.

Ficha Artística
Guitarra Portuguesa | António Chainho
Voz | Isabel de Noronha
Viola de fado | Tiago Oliveira
Baixo | Ciro Bertini
Duração: Aprox. 60m
Classificação etária: M6


Este espetáculo está inserido na Candidatura CIMRL Região de Leiria Rede Cultural