Passar para o Conteúdo Principal

FESTIVAL DE JAZZ . CARLOS BICA . “AZUL”

2016/11/26
Local:
Casa da Cultura Teatro Stephens
Carlosbica foto 1 728 2500
Entre os vários projetos musicais que Carlos Bica lidera, e para lá das suas participações em outras áreas como o teatro, a dança e o cinema, o seu trio “Azul“, com o guitarrista Frank Möbus e o baterista Jim Black, tornou-se a imagem de marca do contrabaixista e compositor. Foi com estes dois músicos, que fazem hoje parte integrante da personalidade musical do projeto, que Bica inaugurou a sua discografia pessoal, em 1996. O álbum chamou-se Azul e o grupo também.

“Vinte anos passados desde a edição de “Azul”, o primeiro disco do trio de Carlos Bica com Frank Möbus e Jim Black, eis que o trio está de regresso, em disco e no palco. Com a solidez de projecto que o tempo transcorrido foi urdindo, mas também com a frescura decorrente de todos os três músicos quererem ir mais longe, não se repetindo nem se contentando com o que já fizeram – e foi, como se pode imaginar, muito. Com os Azul de 2016 reconhecemos a identidade da escrita de Bica e do som construído por estes três mestres do jazz do século XXI, mas descobrimos algo mais, entre o que estava já anunciado nos álbuns anteriores e o que não esperávamos de todo…

Um exemplo do primeiro caso é “Silver Dagger”, arranjo de uma velha canção folk norte-americana em que se carrega na vertente blues, com “A Lã e a Neve” a representar o segundo da melhor maneira, irrompendo por uma malha de rock que a parceria composicional do contrabaixista com João Paulo Esteves da Silva não fazia supor. Quanto ao restante repertório, são muitas as vias percorridas, umas na linha meditativa e lírica que tanto define o “estilo” de Carlos Bica (“Na Rama do Alecrim”, tema do cante alentejano), outras com um balanço jovial e bem-humorado, como “Skeleton Dance”, e outras ainda explodindo em frescos de inaudita complexidade, a começar pelo contagiante “X.Y.U.”.

Quando, ao sexto disco, e com tantos concertos de permeio, ainda nos conseguimos surpreender com a música de uma banda, temos motivo para celebração. Vinte anos depois, aí estão os Azul de Carlos Bica, melhores do que nunca”

Rui Eduardo Paes (2016)


Ficha Artística:
Guitarra - Frank Mobbus
Contrabaixo - Carlos Bica
Bateria - Jim Black
Duração: 1h15
M/6


Reservas: teatro.stephens@cm-mgrande.pt ou telefone 244573377.
Bilheteira: Teatro Stephens, de terça-feira a domingo, das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00, nos dias de espetáculos das 18h00 às 22h00.

Horário:
21h30
Preço:
8,00 €